047 | Você não conhece a história de ninguém…

Ontem (03) eu fui em um determinado lugar com o meu irmão e fomos atendidos por uma moça muito linda, carinha de ‘menininha’ e um corpo bem modelado para a sua idade. Ela era tão bonita que eu cheguei a comentar com o meu irmão.

Quando sentamos na mesa ele me perguntou: ‘Você não esta reconhecendo ela?‘… Após a minha negativa o meu irmão me fez lembrar da historia daquela mocinha que me chamou a atenção pela beleza e simpatia no atendimento.

E após o meu irmão me contar o caso, na hora eu lembrei de tudo e veio tudo à minha mente como num relâmpago e confesso a vocês que apartir desse instante eu fiz um exercício imenso para não chorar. Meus olhos não podiam cruzar os dela, que eu me esforçava para não chorar…

Isso me fez refletir como a gente não conhece a verdadeira história de ninguém…

Uma ‘simples’ ida na rua, mercado, banco, açougue, padaria, restaurante ou em uma pizzaria, você olha para os atendentes, vendedores, repositores e até para as meninas e meninos dos ‘caixas’ e você não faz noção das histórias que estão por trás daquelas vidas, olhares, choros e traumas disfarçados por sorrisos…

Ame, respeite, seja gentil e trate à todos bem, por que assim você até poderá estar dando um novo sentido de viver para alguém… Muitos só precisam de alguma atenção, carinho e abraço. Seja gentil e cristão de verdade, trate à todos superior a ti mesmo.

Aquela menina, a cerca de 1 ano, foi brutalmente violentada e estuprada por um ‘amigo’ que lhe ofereceu uma carona e ela tem 4 filhos que sofreram muito com a ausência da mãe… E sem me lembrar dela, eu a tratei com todo o carinho, educação e respeito… E depois que me lembrei do caso? Orei e agradeci a Deus por ela estar viva e trabalhando…

Eu soube do caso dela eu ainda morava em Campo Grande, Mato Grosso do Sul e fui o editor que postou a reportagem do caso dela… E agora? Estava cara a cara com ela…

(Essa é uma história muito real – Trate à todos com muito amor até quando você for ao mercado)

Pr. Léo Vilhena


RELEMBRE A HISTÓRIA

Mulher aceita carona e é estuprada em Tupã

A Delegacia de Defesa da Mulher, através da delegada Cristiane Braga, esclareceu um crime que chocou a população, além de ter causado revolta, cujo registro ocorreu no último dia 7 de março. Trata-se de uma ocorrência de natureza grave, que finalmente foi esclarecida.

Segundo o relato da delegada, uma jovem de 19 anos de idade, residente na cidade, caminhava pela via pública, durante a manhã de 7 de março, após ter ido a uma entrevista de trabalho, quando em determinado momento foi abordada por um indivíduo, também de Tupã, de 25 anos, que ofereceu carona para a jovem. Por se tratar de uma pessoa inocente, oriunda de outro Estado, a moça acabou aceitando a carona, sem perceber a má intenção do criminoso. Além disso, no momento o homem estava com sua filha pequena, uma criança de apenas 4 anos de idade, que seguia no interior do veículo.

Depois de ganhar a confiança da vítima, o marginal levou a jovem até um canavial próximo da cidade e, mediante violência, agrediu a jovem, desferiu socos, causando-lhe edema e, com uso de faca, estuprou violentamente a jovem.

Segundo a delegada, a relação sexual foi consumada por três vezes. Isso porque o rapaz manteve a vítima em seu poder durante um longo período.

Os dois primeiros atos de estupro aconteceram em canaviais e, por fim, a terceira vez foi na casa do próprio homem, que acabou colocando a vítima na janela, numa forma bem cruel.

O que chocou ainda mais foi que durante todo o crime, o homem levava junto sua filha de apenas 4 anos. A criança permanecia no carro durante toda abordagem e consumação. O acusado trata-se de um rapaz casado.

admin

Léo Vilhena | Doutor em Teologia | Especializado em Psicologia Pastoral | Especializado em Bases Doutrinárias | Autor de 20 livros publicados | O Blog PPR é um ministério voltado a levar a Mensagem da Cruz, sem falsidades, sem enganos, sem falácias, sem mentiras ou Hipocrisias. Falamos a Verdade com verdade. Levamos o Evangelho a sério.