043 | Às vezes perdemos a cabeça e com ela a razão

Quem de nós que nunca perdeu a cabeça, e com ela a razão, que atire a primeira pedra.

Todos nós, eu e você, em algum momento da vida já extrapolamos ou perdemos a cabeça, e confesso a você, que na minha juventude essas ‘explosões’ eram muito mais frequentes e hoje, com a chegada da maturidade, aprendi a ter autocontrole em certas situações. Reparou a expressão, em certas?

Mas tenho descoberto que o silêncio é mais ‘explosivo’ do que a gritaria mais raivosa, ou seja, o silêncio fala mais alto do que a gritaria.

Certa vez uma bailarina de Mato Grosso do Sul, parente da minha esposa, ficou 6 meses, ou seja, 180 dias, todos os dias, me mandando provocações familiares na parte da noite (eram situações injustificáveis e provocações gratuitas), era sempre por volta das 22h. Ela é uma mulher maligna que ainda não tem Deus no coração, filhota do capeta mesmo, e sabe qual foi a minha reação? 180 dias de silêncio, o que deixou ela à beira de um ataque de nervos, até hoje eu jamais respondi qualquer provocação da parte dela.

E sabe por que eu agi assim? O silêncio é mais ‘explosivo’ do que a gritaria mais raivosa, ou seja, o silêncio fala mais alto do que a gritaria. E por que às vezes perdemos a cabeça e com ela a razão, então, para não dar a ela certezas, as vezes é melhor ficar quieto e parecer um idiota do que abrir a boca e dar toda a certeza.

Meu amigo, o manual de ensino ‘Como entender a cabeça da mulherada‘ tem 15.938 páginas e mesmo assim a última frase do manual é emblemática: ‘Não encontramos solução para entender a cabeça de uma mulher‘.

É por esse exemplo e por outros que o silêncio é a melhor das armas para evitar um confronto e  às vezes perdemos a cabeça e com ela a razão, só porque nos achamos no direito de responder a uma frase mal articulada e feroz, as vezes nem foi a intenção dela agir assim, mas o ‘momento’ a fez responder daquele jeito, por isso e para evitar confrontos, não responda a uma mulher quando ela estiver nervosa, aflita ou atarefada. E lembre-se, as mulheres tem dois instintos assassinos, chamados, hormônios e TPM. Evite à sua própria morte e fique calado. Provérbios 15:1 ‘A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira.’

E o furor e a ira de uma mulher é mais forte do que a ira e o furor do Godzilla e de todos os dinossauros que já habitaram a face da terra. Diz uma ‘lenda urbana’ que eles foram extintos após uma discussão com uma ‘dinossaura’.

Pr. Léo Vilhena

admin

Léo Vilhena | Doutor em Teologia | Especializado em Psicologia Pastoral | Especializado em Bases Doutrinárias | Autor de 20 livros publicados | O Blog PPR é um ministério voltado a levar a Mensagem da Cruz, sem falsidades, sem enganos, sem falácias, sem mentiras ou Hipocrisias. Falamos a Verdade com verdade. Levamos o Evangelho a sério.