013 | ‘Jesus era travesti, porra’

Essa frase profundamente agressiva, depreciativa, desrespeitosa e de um péssimo mau gosto, mesmo que fosse alguma ‘piada’ é ofensiva para todos os cristãos e até para religiosos de outros credos. Foi exatamente o que esse criminoso disse: ‘Jesus era travesti, porra‘.

Podem até me dizer: ‘Pastor Léo, é uma ofensa desrespeitosa o senhor repetir isso!

Se você cair na besteira de me dizer isso, vou te perguntar: ‘Por que você não processou ou reclamou com o autor dessa frase?

Olhe o print abaixo:

Jornal O Globo do Rio de Janeiro

E os ataques contra o cristianismo não se limitaram ao (pseudo) ‘cantor’ Johnny Hooker (Foto de capa do momento do ataque religioso).

Durante uma parada gay em São Paulo, um ‘ativista’ (eu chamaria de CRIMINOSO) da causa LGBT enfiou uma cruz entalhada com o nome Jesus, em seu próprio ânus:

Parada Gay em São Paulo

Se eles não respeitam a fé cristã, por que o nome Jesus e a Cruz são símbolos sagrados do Cristianismo, como eles podem ‘exigir’ que sejam respeitados em suas práticas agressivas e libidinosas?


Agora vamos ao que tenho a dizer:

1 – É crime profanar, desrespeitar e ironizar a fé e crença dos outros.

CP – Decreto Lei nº 2.848

Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa. Parágrafo único – Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência.


2 – Da mesma forma como é ofensivo atacar os outros em suas crenças, e por tratar-se de um crime, é inadmissível que se use uma pseudo-liberdade para as devidas manifestações ideológicas ou culturais em solo brasileiro, pois como já dissemos é crime passível de prisão.


3 – Por que esse ‘ativistas’ não fazem as mesmas ofensas contra Maomé, Buda e outros ícones da fé islâmica? Por que esses criminosos, e o Johnny Hooker é só mais um deles, sabem que os últimos que escarneceram da fé islâmica foram mortos na redação do Jornal Francês Charlie Hebdo, num massacre igualmente agressivo e pavoroso. Vamos relembrar a tragédia:

JORNAL O GLOBO – 07.01.2015 | ‘Pelo menos 12 pessoas morreram e 11 ficaram gravemente feridas em um tiroteio em Paris nesta quarta-feira (7). O crime aconteceu no escritório do jornal satírico “Charlie Hebdo”, que já havia sido alvo de um ataque no passado após publicar uma caricatura do profeta Maomé.

Todos os mortos foram identificados. São eles: o editor e cartunista Stéphane Charbonnier, conhecido como Charb, o lendário cartunista Wolinski, o economista e vice-editor Bernard Maris e os cartunistas Jean Cabu e Bernard Verlhac, conhecido como Tignous, além do também desenhista Phillippe Honoré, do revisor Mustapha Ourad e da psicanalista Elsa Cayat, que escrevia uma coluna quinzenal para a “Charlie Hebdo” chamada “Divan”.

Entre as outras vítimas fatais, segundo o jornal “Le Monde”, estão o policial Franck Brinsolaro, morto dentro da redação, e o agente Ahmed Merabet, que morreu já na rua, durante a fuga dos atiradores. No ataque também morreram um funcionário da Sodexo que trabalhava no prédio, Frédéric Boisseau, de 42 anos, e um convidado que visitava a redação, Michel Renaud.’


4 – Escarnecer, zombar ou desprezar a fé alheia é CRIME e merecem serem punidos e presos todos os que cometeram tal ultraje, como também deveria ter sido preso o Bispo Evangélico Sérgio Von Helder, da Igreja Universal do Reino de Deus que em 12 de outubro de 1995, chutou e quebrou a imagem da santa Aparecida, ícone da fé católica.

Sérgio Von Helder

Por fim, cristãos, ateus, islâmicos, umbandistas, candomblecistas e todos que professam sua fé devem respeitar a fé do seu semelhante, goste você ou não, o respeito é um norte previsto pela constituição Brasileira.

Em especial, me dirijo ao povo que se diz cristão: Respeitam a fé alheia. Não concordamos com outras crenças? Mas respeitem. Se você quer ser respeitado em sua fé e opção sexual, respeite a fé e a opção sexual do seu semelhante.

Por que eu toquei nesse assunto? “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons” Martin Luther King.

Pare, Pense e Reflita.

Léo Vilhena
Doutor em Teologia
Especializado em Psicologia Pastoral
Especializado em Bases Doutrinárias

admin

Léo Vilhena | Doutor em Teologia | Especializado em Psicologia Pastoral | Especializado em Bases Doutrinárias | Autor de 20 livros publicados | O Blog PPR é um ministério voltado a levar a Mensagem da Cruz, sem falsidades, sem enganos, sem falácias, sem mentiras ou Hipocrisias. Falamos a Verdade com verdade. Levamos o Evangelho a sério.